Memórias Tatadrama

 

 


18 anos Método TATADRAMA
Rosana Bonfá, madrinha do TATADRAMA.

Este slideshow necessita de JavaScript.


CELEBRANDO 18 ANOS MÉTODO TATADRAMA. DESDOBRAMENTO BONEQUEIRAS NO PÉ DE MANGA. CRATO – CE.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Este slideshow necessita de JavaScript.


Cordel: “PROJETO TATADRAMA – AS BONEQUEIRAS NO PÉ DE MANGA” Crato-Ceará.

A cordelista Maria do Rosário Lustosa da Cruz, viveu lá em Crato embaixo do pé de manga sua experiência com o método Tatadrama, onde se encontrou com as bonequeiras/artesãs e sua boneca de pano, dando vida e fala a seu personagem.

Se emocionou muito com suas recordações de infância

Como é integrante da Academia dos Cordelistas do Crato, se mobilizou com a experiência e criou o Cordel: “PROJETO TATADRAMA – AS BONEQUEIRAS NO PÉ DE MANGA” Crato-Ceará.

Cordel é Literatura, uma forma impressa de poesia, já foi muito estigmatizada, mas hoje, é muito respeitada.

Existe a Academia Brasileira de Literatura de Cordel. Devido ao linguajar despreocupado, regionalizado e informal.

A literatura de cordel faz parte de nossa cultura, teve influência Portuguesa. Os autores das poesias se denominam trovadores.

Neste vídeo Maria do Rosário nos presenteia com versos e prosas essa poesia do cordel.

Maria do Rosário é de Juazeiro do Norte-CE. Pedagoga e Pós Graduada em Língua Portuguesa e Arte Educação, ministra oficinas de Literatura de Cordel.
Contatos: (088) 8827-9992 (088) 3512-4411
ACC – Cadeira 08 – Juazeiro do Norte

Projeto TATADRAMA e As Bonequeiras no Pé de Manga do Crato-Ce

Autora: Maria do Rosário Lustosa da Cruz

Cordel é literatura
Em forma de poesia
Expressando o pensamento
Do real e da utopia
É coisa aqui do Nordeste
Tem um toque de magia

Peço a Deus inspiração
Agora neste cordel
Pra discorrer este tema
De uma maneira fiel
Tirando da minha mente
Semeando no papel

Uma história verdadeira
Que acontece por cá
É na cidade do Crato
Região sul do Ceará
Para você entender
Escute o meu bê-á-bá

Este slideshow necessita de JavaScript.


CELEBRANDO 18 ANOS MÉTODO TATADRAMA – DR.CLAUDIO MELLO

Este slideshow necessita de JavaScript.


Maria Cristina Machado


CELEBRANDO 18 ANOS MÉTODO TATADRAMA – GRUPO FACILITA

Este slideshow necessita de JavaScript.


Slide1


Retrospectiva do Lançamento do Livro TATADRAMA – UNICAMP – 2010

18 ANOS MÉTODO TATADRAMA! Retrospectiva do Lançamento do Livro “Tramas e Dramas do Boneco de Pano no Tatadrama”, lançado na UNICAMP em 2010, local Casa do Lago. (Release, ano 2010). Tatadrama é tema de livro lançado na UNICAMP – 2010. Na obra, técnicas do Psicodrama e Sociodrama são usadas para o indivíduo entrar em contato com suas emoções e estimular seu potencial relatadas no livro “Tramas e Dramas do Boneco de Pano no Tatadrama”, de Elisete Leite Garcia & Maria Ivette Carboni Malucelli, da Editora Livre Expressão, lançado no dia 19 de agosto de 2010, às 19 horas, no Espaço Cultural Casa do Lago da UNICAMP, em Campinas (São Paulo), durante a exposição do artista multimídia Avelino Bezerra, que faz uma retrospectiva de seus 30 anos na Universidade. Com 196 páginas, rico em análises e depoimentos, a obra conta que Tatadrama é um método que abriga a intuição e a sensibilidade. Está fundamentado no ato de brincar e ancorado em um dos pensamentos de Platão: “Você pode descobrir mais sobre uma pessoa em uma hora de brincadeira do que em um ano de conversa” (428-347 a.C). Cria um espaço para reflexões e, de forma lúdica, estimula o indivíduo a entrar em contato com suas emoções. Possibilita para que cada um descubra ou redescubra quais são seus reais valores, desvinculados de modismos ou padrões estéticos e sociais atuais. Reativa a espontaneidade e a energia criativa do ponto de vista emocional, relacional e do desempenho de papéis sob os aspectos pessoais, profissionais, sociais, educacionais, culturais e de saúde, entre outros. Para isso, utiliza-se, na sua essência, de um conjunto de dinâmicas sensoriais e corporais associados às técnicas de Psicodrama e Sociodrama para estimular o potencial dos indivíduos. Usa como fio condutor bonecos de pano artesanais confeccionados pelas artesãs/ Bonequeiras no Pé de Manga (Crato-Ceará), tradicionais na cultura popular brasileira. A psicóloga e psicodramatista Elisete Leite Garcia, uma das autoras do livro, criou o Tatadrama desde 2001(há oito anos). Segundo ela, essa técnica já foi vivenciada por (mais de duas mil pessoas) = milhares de pessoas de várias faixas etárias e níveis sócio-culturais e esportivos. (É dividido em) = Segue três etapas: aquecimento, dramatização com os bonecos e compartilhamento do processo. Explica que durante as vivências, observa-se que o “jogo” ocorre em um espaço definido, porém em um tempo que não se pode medir. “Fantasia e realidade se misturam e possibilitam o vivenciar de uma experiência única e intransferível. O participante empreende uma viagem interna, atemporal onde um instante pode conter experiências marcantes de sua vida”, conclui. Na mesma linha de raciocínio, Maria Ivette Carboni Malucelli, pesquisadora científica, co-autora da obra, acrescenta: “A Vivência no Tatadrama funciona como molas propulsoras para as ações pelo fato das motivações estarem invisíveis e bloqueadas por sentimentos antagônicos”. E conclui: “A magia das transformações leva a viajar, a olhar o mundo de outra forma, pensar diferente e voltar ao tempo de criança, ficar aberto às novas experiências, sem barreiras e sem julgamentos, passando a existir uma conexão entre o boneco e o participante da dinâmica”. SERVIÇO Livro: “Tramas e Dramas do Boneco de Pano no Tatadrama” Autoras: Elisete Leite Garcia & Maria Ivette Carboni Malucelli (Garcia, E. L. & Malucelli, M. I. C., 2010) 1ª Ed., Editora: Livre Expressão Núm. Páginas: 196 páginas. Site Tatadrama: http://www.tatadrama.com.br

Este slideshow necessita de JavaScript.


SURGIMENTO E IDENTIDADE DO MÉTODO TATADRAMA NO ESPORTE

A caminhada até a corrida. A corrida até as oficinas Houve uma vez que meu marido e sócio na Events (empresa especializada em corridas de rua, ciclismo, atletismo entre outras modalidades esportivas), perguntou-me se eu estava pensando utilizar aquela prática em nossos eventos. Respondi que sim, mostrando a ele o que já estava planejando: criar um espaço antes das corridas para trabalhar, de maneira vivencial e reflexiva, os sentimentos e as expectativas que a prova provocava nos atletas. Voltei aos meus livros e às minhas anotações, procurando em J. L. Moreno (1889/1974), criador do psicodrama, os fundamentos para organizar a minha proposta. Parti do básico: levar em consideração os clássicos cinco elementos de qualquer prática psicodramática, são eles: o cenário – espaço convencionado onde acontece o “como se” das dramatizações; diretor(a) – profissional que facilita, coordena e organiza a sequência do trabalho; egos-auxiliares – são profissionais que estão treinados para desempenhar papéis no “como se”, que acompanham a quem está dirigindo; protagonista – o membro do grupo que propõe o assunto a ser trabalhado e quem de certa forma envolve a todos com a sua problemática; audiência – que é composta pelos membros do grupo que não estão interagindo nas cenas. Por sua vez, todo acontecer psicodramático desenvolve-se em três momentos: aquecimento, dramatização e comentários. Devendo ser levado em consideração três contextos: o social, que está fora do local no qual se está trabalhando e que pertence à realidade da vida de cada membro do grupo que se congrega em volta de um objetivo comum; o grupal, no qual todos ostentam um mesmo papel; e o psicodramático, no qual se desempenham os papéis de “faz de conta” ou “como se”, e, dependendo das necessidades das dramatizações, esta caracterização permite que o próprio papel do/s protagonista/s se torne “como se” dentro das dramatizações. Segundo Moreno, o espaço cênico é uma extensão da vida. Nele, realidade e fantasia não estão em conflito, pelo contrário, ambas são funções dentro de uma esfera mais ampla na qual tudo importa: eventos, objetos e pessoas. E, acompanhando os pensamentos de Moreno, passei a alinhar as minhas experiências pessoais para estruturar o trabalho das corredoras de rua. Experiências das quais farei um resumo mais adiante. Desde 1982, ainda trabalhava no Departamento de Marketing do Bradesco, fui me envolvendo com as modalidades esportivas que o banco patrocinava, na época associado à Seguradora Atlântica Boa Vista. O esporte em geral era a menina dos olhos do, então presidente do Bradesco, Sr. Amador Aguiar, o qual falava em valorizar e expandir o esporte no Brasil, inclusive, com a ideia de criar uma Vila Olímpica no Rio de Janeiro. Projeto ambicioso que por questões de interesses diversos não passou de um lançamento grandioso perante a mídia, além da aquisição do terreno. Nessa época eu estava envolvida na coordenação e gerenciamento de acontecimentos esportivos como corridas de rua, atletismo, iatismo, tênis, natação, judô, remo, vôlei, basquete, regata, golfe, futebol de salão, hipismo e outras modalidades de alto nível de competição, pois se tratava de um grande investimento do banco. A partir de 1987 iniciei parceria profissional com meu marido Manuel Garcia Arroyo, conhecido como Vasco, e o universo esportivo tornou-se ainda mais determinante no meu percurso profissional. Passamos a organizar a Corrida Internacional de São Silvestre, a Maratona de São Paulo, o Grand Prix de Atletismo, evento com repercussão mundial que acontecia somente em 10 países e cuja abertura de temporada dava-se no Brasil. Realização de altíssimo nível que contava com astros como Carl Lewis, Ben Johnson, Sergei Bubka, entre outros. Sua estrutura precisava seguir todas as regras internacionais. Nesse mesmo período o Escriptório Central (empresa da qual éramos associados), ganhou a concorrência para os Jogos Panamericanos de Cuba. Cuidamos da publicidade estática, que estava sendo comercializada pela primeira vez, levando do Brasil a equipe e todo o material necessário. Foi alugado um galpão para a produção das placas de merchandising e ficamos dois meses em Cuba trabalhando exclusivamente para o evento. Esse cenário que vivi de 1982 a 2001, e que até hoje faz o expediente em nossa empresa, deu-me uma visão ampla do comportamento do atleta, pois estive em dois pontos de interesse diferentes: o de patrocinador que visa à imagem e ao resultado do investimento, e o de organizador, que visa atender à ansiedade e à exigência da perfeição técnica e logística para maior comodidade do atleta e das entidades envolvidas. Nesse palco presenciei momentos em que o atleta mostrava ansiedade, vaidade, medo, angústia, concentração, alegria, vitória, frustração, resistência, amor, humildade, amizade, agressividade, o valor de pertencer a um grupo, o de se tornar famoso da noite para o dia ou de ser esquecido do dia para a noite, a cobrança pessoal, a pressão da mídia e do patrocinador, transformando sua carreira de atleta na de um técnico, dirigente ou consultor, ampliando seus horizontes intelectuais e profissionais. Grandes personalidades do atletismo como Agberto Guimarães, Ademar Ferreira da Silva, João do Pulo, fizeram parte dessa história. Por outro lado as explicações de Romaña a respeito de o indivíduo ser uma construção social fortaleceram a minha decisão de abrir espaços para o atleta expressar suas dúvidas, seus questionamentos e fazer reflexões sobre suas expectativas e sua origem. Dessa forma nasceu o projeto das oficinas de sensibilização para trabalhar os sentimentos de forma positiva, estimuladora e incentivadora antes da corrida. Como eu já vinha atuando com o gênero feminino, o trabalho foi inicialmente dirigido às corredoras e, também, pelo fato de ser um público possivelmente mais receptivo a uma proposta experimental de sensibilização. Meu relacionamento profissional com as entidades e organizadores, por já estar familiarizada com a estrutura dos eventos, deu-me o crédito necessário para levar o projeto em frente, utilizando algumas estruturas fornecidas por eles, como o espaço físico e a divulgação. Enquanto desenvolvia outros projetos eu concluía minha formação em psicodrama em setembro de 2001, sendo que dois meses depois eu já estava trabalhando na Corrida Internacional da Volta da Pampulha, em Belo Horizonte, para um grupo de 24 atletas (entre elas, 10 da chamada elite), as quais são profissionais que têm patrocínio e performance para competições nacionais e internacionais. Duas das renomadas atletas de elite, a Maria Zeferina Baldaia e Marily dos Santos, participaram da nossa oficina e tiveram grande destaque nessa corrida. E assim as oficinas fluíram com bons resultados. Em dezembro daquele ano, para a 77ª. Corrida Internacional de São Silvestre, ampliei a proposta convidando João Kon para me acompanhar. Arriscamos montar quatro grupos para três horas de atividade (com 50 atletas por grupo). Tivemos grande aceitação, inclusive com presença de deficientes visuais e pessoas vindas de vários Estados do Brasil. Nesse ano, a campeã feminina da prova foi a Maria Zeferina Baldaia, que também participou dessa oficina, e declarou de como a vivência havia influenciado em seu desempenho e em sua performance para obter aquela conquista. Link do Livro: http://tatadrama.com.br/livrocorrendonafrente/

Este slideshow necessita de JavaScript.


Celebrando 18 Anos Método Tatadrama Gratidão ao Psicodrama

Este slideshow necessita de JavaScript.


Retrospectiva do Método Tatadrama nas Universidades

Este slideshow necessita de JavaScript.


GRATIDÃO A TODOS OS TATADRAMATISTAS

Este slideshow necessita de JavaScript.


CELEBRANDO 18 ANOS MÉTODO TATADRAMA. Aplicabilidade do método Tatadrama realizada por Tatadramatista no Brasil, Equador, México e Itália.

Este slideshow necessita de JavaScript.


18 ANOS MÉTODO TATADRAMA  – “O PAPEL SOCIAL DA GESTANTE EMERGINDO DO ATO DE BRINCAR”. 

18 anos de Método Tatadrama, agradecendo e celebrando, todos os encontros nesta construção.
A FORMAÇÃO DO VÍNCULO – RELAÇÃO MÃE-BEBÊ
Este trabalho vem sendo desenvolvido por Elisete Leite Garcia, desde 1998, junto ao grupo de gestantes do Curso promovido pelo Instituto de Apoio a Família de Osasco, onde o método Tatadrama se inseriu em 2003, ampliando o modulo aplicado: relação mãe bebê: uma questão de amor. Oficina da Vida Tatadrama: “O PAPEL SOCIAL DA GESTANTE EMERGINDO DO ATO DE BRINCAR”.
Esta Oficina da Vida Tatadrama aplicada a quase 500 gestantes, (1998 à 2016) visa promover a integração entre o ato e a palavra, além de propiciar a reflexão sobre os sentimentos. Trata-se de um encontro com a espontaneidade–criatividade, integração, identidade e teoria dos papéis. A Relação Mãe-Bebê foi focalizada, com atenção para os 5 sentidos (tato, visão, audição, paladar e olfato), visando o fortalecimento deste Vínculo nas concepções e sentimentos ligados ao exercício da maternidade, com o intuito de emergir o sentimento familiar, organizando ao redor desta relação com o bebê a consciência de seus canais de comunicação com o mundo.
A gestante trabalhando sua criatividade com objetos variados, pedras, tecidos, agulhas, linhas, entre outros armarinhos em geral, transformou a estética corporal ou visual da boneca, no compartilhamento de sua reflexão, experiência, percepção e essência, no resgate de potencialidades adormecidas, se preparando para uma vivência de afeto valorizando o amor, o toque e a importância do olhar para a saúde do bebê. A origem do vínculo mãe-bebê Muito antes de seu nascimento e ainda no ambiente intrauterino, tem início a formação do vínculo entre a futura mamãe e seu bebê.
Trata-se de um processo de comunicação tão complexo quanto sutil e que torna possível esta troca íntima e profunda. O vínculo é de grande importância para o feto, pois precisa se sentir desejado e amado para propiciar a continuação harmoniosa e saudável de seu desenvolvimento.
Elisete Leite Garcia – Autora do Método Tatadrama
Site: www.tatadrama.com.br
Facebook. https://www.facebook.com/tatadrama.metodo/

Este slideshow necessita de JavaScript.


CELEBRANDO 18 ANOS MÉTODO TATADRAMA!

Agradeço ao Dr. Claudio Mello Wagner orientador cientifico do Método Tatadrama, desde 2001 acompanha esse processo de construção.

Este slideshow necessita de JavaScript.


18 anos Método TATADRAMA

“GRATIDÃO A TODOS OS TATADRAMATISTAS”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Retrospectiva do Lançamento do Livro TATADRAMA – UNICAMP – 2010”.

18 ANOS MÉTODO TATADRAMA!

Retrospectiva do Lançamento do Livro “Tramas e Dramas do Boneco de Pano no Tatadrama”, lançado na UNICAMP em 2010, local Casa do Lago.
(Release, ano 2010). Tatadrama é tema de livro lançado na UNICAMP – 2010.
Na obra, técnicas do Psicodrama e Sociodrama são usadas para o indivíduo entrar em contato com suas emoções e estimular seu potencial relatadas no livro “Tramas e Dramas do Boneco de Pano no Tatadrama”, de Elisete Leite Garcia & Maria Ivette Carboni Malucelli, da Editora Livre Expressão, lançado no dia 19 de agosto de 2010, às 19 horas, no Espaço Cultural Casa do Lago da UNICAMP, em Campinas (São Paulo), durante a exposição do artista multimídia Avelino Bezerra, que faz uma retrospectiva de seus 30 anos na Universidade.
Com 196 páginas, rico em análises e depoimentos, a obra conta que Tatadrama é um método que abriga a intuição e a sensibilidade. Está fundamentado no ato de brincar e ancorado em um dos pensamentos de Platão: “Você pode descobrir mais sobre uma pessoa em uma hora de brincadeira do que em um ano de conversa” (428-347 a.C). Cria um espaço para reflexões e, de forma lúdica, estimula o indivíduo a entrar em contato com suas emoções. Possibilita para que cada um descubra ou redescubra quais são seus reais valores, desvinculados de modismos ou padrões estéticos e sociais atuais. Reativa a espontaneidade e a energia criativa do ponto de vista emocional, relacional e do desempenho de papéis sob os aspectos pessoais, profissionais, sociais, educacionais, culturais e de saúde, entre outros. Para isso, utiliza-se, na sua essência, de um conjunto de dinâmicas sensoriais e corporais associados às técnicas de Psicodrama e Sociodrama para estimular o potencial dos indivíduos. Usa como fio condutor bonecos de pano artesanais confeccionados pelas artesãs/ Bonequeiras no Pé de Manga (Crato-Ceará), tradicionais na cultura popular brasileira.
A psicóloga e psicodramatista Elisete Leite Garcia, uma das autoras do livro, criou o Tatadrama desde 2001(há oito anos). Segundo ela, essa técnica já foi vivenciada por (mais de duas mil pessoas) = milhares de pessoas de várias faixas etárias e níveis sócio-culturais e esportivos. (É dividido em) = Segue três etapas: aquecimento, dramatização com os bonecos e compartilhamento do processo. Explica que durante as vivências, observa-se que o “jogo” ocorre em um espaço definido, porém em um tempo que não se pode medir. “Fantasia e realidade se misturam e possibilitam o vivenciar de uma experiência única e intransferível. O participante empreende uma viagem interna, atemporal onde um instante pode conter experiências marcantes de sua vida”, conclui.
Na mesma linha de raciocínio, Maria Ivette Carboni Malucelli, pesquisadora científica, co-autora da obra, acrescenta: “A Vivência no Tatadrama funciona como molas propulsoras para as ações pelo fato das motivações estarem invisíveis e bloqueadas por sentimentos antagônicos”. E conclui: “A magia das transformações leva a viajar, a olhar o mundo de outra forma, pensar diferente e voltar ao tempo de criança, ficar aberto às novas experiências, sem barreiras e sem julgamentos, passando a existir uma conexão entre o boneco e o participante da dinâmica”.
SERVIÇO Livro: “Tramas e Dramas do Boneco de Pano no Tatadrama” Autoras: Elisete Leite Garcia & Maria Ivette Carboni Malucelli (Garcia, E. L. & Malucelli, M. I. C., 2010) 1ª Ed., Editora: Livre Expressão Núm. Páginas: 196 páginas.

Site Tatadrama: www.tatadrama.com.br

Este slideshow necessita de JavaScript.


18 anos Método TATADRAMA
Rosana Bonfá, madrinha do TATADRAMA.

Este slideshow necessita de JavaScript.


18 anos de Método Tatadrama, agradecendo e celebrando, todos os encontros nesta construção.

A FORMAÇÃO DO VÍNCULO – RELAÇÃO MÃE-BEBÊ
Este trabalho vem sendo desenvolvido por Elisete Leite Garcia, desde 1998, junto ao grupo de gestantes do Curso promovido pelo Instituto de Apoio a Família de Osasco, onde o método Tatadrama se inseriu em 2003, ampliando o modulo aplicado: relação mãe bebê: uma questão de amor. Oficina da Vida Tatadrama: “O PAPEL SOCIAL DA GESTANTE EMERGINDO DO ATO DE BRINCAR”.
Esta Oficina da Vida Tatadrama aplicada a quase 500 gestantes, (1998 à 2016) visa promover a integração entre o ato e a palavra, além de propiciar a reflexão sobre os sentimentos. Trata-se de um encontro com a espontaneidade–criatividade, integração, identidade e teoria dos papéis. A Relação Mãe-Bebê foi focalizada, com atenção para os 5 sentidos (tato, visão, audição, paladar e olfato), visando o fortalecimento deste Vínculo nas concepções e sentimentos ligados ao exercício da maternidade, com o intuito de emergir o sentimento familiar, organizando ao redor desta relação com o bebê a consciência de seus canais de comunicação com o mundo.
A gestante trabalhando sua criatividade com objetos variados, pedras, tecidos, agulhas, linhas, entre outros armarinhos em geral, transformou a estética corporal ou visual da boneca, no compartilhamento de sua reflexão, experiência, percepção e essência, no resgate de potencialidades adormecidas, se preparando para uma vivência de afeto valorizando o amor, o toque e a importância do olhar para a saúde do bebê. A origem do vínculo mãe-bebê Muito antes de seu nascimento e ainda no ambiente intrauterino, tem início a formação do vínculo entre a futura mamãe e seu bebê.
Trata-se de um processo de comunicação tão complexo quanto sutil e que torna possível esta troca íntima e profunda. O vínculo é de grande importância para o feto, pois precisa se sentir desejado e amado para propiciar a continuação harmoniosa e saudável de seu desenvolvimento.
Elisete Leite Garcia – Autora do Método Tatadrama
Site: www.tatadrama.com.br
Facebook. https://www.facebook.com/tatadrama.metodo/

Este slideshow necessita de JavaScript.


RETROSPECTIVA

18 ANOS DO MÉTODO TATADRAMA

Este slideshow necessita de JavaScript.


Tese de Mestrado

Da Porcelana aos Trapos: bonecas e mémorias femininas no processo de poíesis

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES VISUAIS

AUTORA: LARISSA RACHEL GOMES SILVA

BANCA EXAMINADORA:

Orientadora: Profª. Drª. Maria Betânia e Silva – UFPE

Profª. Drª. Madalena de Fátima Zaccara Pekala – UFPE

Profª. Drª. Lêda Maria de Barros Guimarães – UFG

Profª. Drª.Fabiana Souto Lima Vidal – UFPE – 

João Pessoa/PB,2018.

Apresentado e aprovado pela Banca examinadora em 07/08/2018.

RESUMO
Da Porcelana aos Trapos: bonecas e mémorias femininas no processo de poíesis é um estudo que tem como ponto de partida investigar a história e a produção da Associação das Bonequeiras no Pé de Manga e compreender como a aproximação com o grupo influenciou a minha produção artística. Essa pesquisa tem carater qualitativo e utilizou como instrumentos de coleta e produção de dados entrevistas, observações, registros imagéticos e o processo de produção artística. Ao longo da investigação apresento a boneca de pano como instrumento ativador de memórias, que se torna objeto de resgate patrimonial e criação artística na Associação das Bonequeiras no Pé de Manga, na cidade
do Crato/CE, e mostro que em determinados momentos ela deixa de ser brinquedo, para se tornar um objeto de resistência, apesar de ainda ser tão presente no universo feminino como doutrinador. Também provoco a discussão da mulher/artista, considerada amadora. Desse modo, relaciono a questão do amadorismo com as prendas domésticas que me levam à discussão da relação feminina com o artesanato; assim, me volto para a relação entre arte/artesanato e concluo que apesar das mulheres/artistas não serem mais vistas como amadoras no campo artístico, ainda existem separações
entre a arte e o artesanato. Parto para a história e relação da boneca com o universo feminino e seus significados, tanto para a criação na produção artesanal, quanto na produção artística. E a partir da aproximação e conhecimento do trabalho e das memórias dessas mulheres, desenvolvo um processo de criação com minhas próprias bonecas, partindo do que aprendi com o grupo.

PALAVRAS-CHAVE: Mulheres; Boneca; Arte; Artesanato; Memórias; Poíesis.

Clique na imagem para acessar a Tese completa:

Tese de Mestrado - Da Porcelana aos Trapos: bonecas e mémorias femininas no processo de poíesis


 




 

 

Slide18


 


 

 


Revista Psique ANO IX Nº 119 – Artigo Tatadrama

www.portalcienciaevida.com.br

Com muita alegria compartilhamos o artigo do Método TATADRAMA que saiu na REVISTA PSIQUE – Novembro 2015

As Múltiplas vozes das bonecas de pano, Crato – CE

Arte transformadora – O método Tatadrama alia psicodrama e sociodrama, abrindo caminho para auto compreensão e o desenvolvimento pessoal.

02

 


Slide1


 

 

 

Slide1

IMG_1194

 Slide39Slide51


Slide1


154


153


152


151


149


148


147


146


145


144


143


142


150


141


140


139


138


137


136


135


134


133


132


131


130


129


128


127


126


125


123


122


121


120


119


118


117


116


114


113


112


109


108


107


106


105


104


103


102


101


100


99


98


97


96


95


94


93


92


91


90


89


88


87


86


85


84


83


82


81


80


79


78


77


76


75


74


73


71


70


69


68


67


66


65


64


63


62


61


60


59


40


38


37


36


35


34


33


32


31


30


29


28


27


26


25


24


23


22


21


20


19


18


17


16


14


13


12


11


10


9


8


7


6


5


4


3


2


1


WORK-SHOP
“O MÉTODO TATADRAMA POSSIBILITANDO TRANSFORMAÇOES A PARTIR DA MEMÓRIA, A CULTURA E A IDENTIDADE FAMILIAR”

As XI Jornadas Internacionais RELATES cuja proposta é promover os Diálogos Interculturais: Construindo a Terapia de Casal e de Família ocorrerão em São Paulo, Brasil, no período de 24 a 27 de junho de 2015, na Universidade Paulista, Campus Paraíso/Vergueiro – UNIP

O evento contará com profissionais e estudantes do Brasil, sede do evento, e dos países de origem dos membros das Escolas Associadas RELATES.

O convidado especial e autor da conferência de abertura será Matteo Selvini, co-diretor da Escola Mara Selvini Palazzoli de Milão.

Na dinâmica do Diálogo ter-se-á a oportunidade de gerar ideias, criar significados em conjunto, unir, formar redes.

A estrutura da Jornada foi pensada de modo a facilitar o contato, a troca entre os diversos profissionais e estudantes enquanto apresentam e dialogam sobre seus estudos e práticas clínicas e não-clínicas. As apresentações se darão através de conferência, mesa redonda, comunicação oral, poster e workshop. Em cada início de manhã, um relator apresentará uma síntese focando as propostas desenvolvidas no dia anterior, com o propósito de fazer circular os dados resultantes dos diálogos.

Objetiva-se o enriquecimento teórico e prático, constituir novas parcerias e projetos visando a melhoria da qualidade dos atendimentos a casais e famílias da população dos países envolvidos nos Diálogos Interculturais.

As Jornadas serão bilíngues, em Espanhol e Português.

Palavras do Comitê Organizador,

Angela Hiluey

www.estudosdafamilia.com.br
www.facebook.com/estudosdafamilia

Slide1


A Revista BEM MAIS OSASCO, trás dentro do contexto Bem Estar, uma entrevista com Elisete L. Garcia sobre o Método Tatadrama – a terapia com bonecas de pano; relatando experiências, informações sobre a energia criativa do Brincar e Transformar a partir das dinâmicas do mecanismo de ação do Sóciodrama, Psicodrama e Jogos Dramáticos. Visando a Saúde e Bem estar Familiar, Pessoal e Profissional.

Ano VI -Edição 41, Jun-Jul 2015

www.tvosasco.com.br
facebool.com/tvosasco
contato@tvosasco.com.br

NET CANAL 03
CABONNET CANAL 06

Sem título

 


 

Boletim Informativo ABPS

Leia mais em:  http://www.abps.com.br/boletins/Boletim%20ABPS%202013%20No%2001.pdf

Boletim-ABPS

 

 


 

ABRATEF: Associação Brasileira de Terapia Familiar

Divulgação da 2ª Oficina Introdutória ao Método TATADRAMA para profissionais

divulgacao-abratef site


 

 

APTF: Associação Paulista de Terapia Familiar

Divulgação da 2ª Oficina Introdutória ao Método TATADRAMA para profissionais

divulgacao-aptf

 


 

CRP: Conselho Regional de Psicologia SP

Divulgação da 2ª Oficina Introdutória ao Método TATADRAMA para profissionais

CRP-28-06-2013

 

 

 


 

PsiMundi:

Divulgação da 2ª Oficina Introdutória ao Método TATADRAMA para profissionais

divulgacao-psi mundi

 

 


 

22/08/2010 -JusBrasil:

 

Bonequeiras do Crato são tema de inspiração para livro

 

6-materia-jusbrasil-bonequeiras-2010

 

 


 

22/08/2010 – BLOG DO BELÉM:

 

Bonequeiras do Crato são tema de inspiração para livro

7-material-blogbelem-bonequieras-2010

 

13/08/2010 – UNICAMP:

Próxima Semana Casa do Lago tem exposição de fotos e lançamento de livroMateria-Unicamp-2010

25/08/2008 – UNICAMP:

Bonequinhas de Crato estão entre as novidades do 13º Festival do Folclore

 

Materia-Unicamp-2008

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: